gtag('config', 'UA-117084423-1');

A tecnologia de cloud computing tomou um rumo bastante expressivo no mercado mundial. Segundo pesquisas da Associação de Empresas de Software (Abes), para o final de 2020 é esperado um aumento de 35,5% no uso desse recurso, mostrando que a nuvem é uma aposta no mundo tecnológico e que tende a crescer cada vez mais.

Contudo, as tendências para 2021 para a cloud computing fogem um pouco do trajeto que estava tomando nos últimos anos e adentra à transformação digital. Agora, a principal funcionalidade dessa ferramenta é inseri-la completamente dentro das empresas e variar as suas formas de uso.

Para você entender melhor sobre essa mudança, acompanhe o nosso artigo e saiba quais são as 5 principais tendências para a computação em nuvem no ano de 2021! 

A adoção da cloud computing: um crescimento a mais

O uso de cloud computing é uma tendência em crescimento há bastante tempo no mercado. Substituindo formas de armazenamento comuns, como a on-premise, essa ferramenta foi uma evolução no mundo tecnológico, mostrando que é possível, sim, sempre avançar com novas criações.

Em 2018, por exemplo, a Forbes já realizava até mesmo pesquisas sobre onde se concentrava o maior número de empregos na área, visto que muitos especialistas em desenvolvimento estavam procurando esse ramo para trabalhar. Isso mostra que a adoção da computação em nuvem é realmente uma grande aposta para os próximos anos.

Porém, o que não se esperava nessa época era a transformação digital que vem acontecendo de forma tão rápida nos dias de hoje. Após a pandemia do COVID-19 e as mudanças que ocorreram na sociedade devido a esse cenário, a cloud computing foi obrigada a criar novas estratégias e a mudar o seu rumo.

Tendências da cloud computing para 2021

As tendências da computação em nuvem, apesar de estarem nos estudos de tecnologia há anos, mudaram em relação às últimas pesquisas. Acredita-se que ela esteja completamente ligada à transformação digital e que se otimize cada vez mais para melhorar as suas funcionalidades para os usuários.

Por isso, separamos aqui uma listagem com as 5 principais tendências da computação em nuvem que vão medir os próximos passos que essa tecnologia vai caminhar nos próximos anos.

1- Foco na orquestração entre nuvens

Em primeiro lugar, a opção de uso de nuvem privada, nuvem pública e nuvem híbrida já era comum entre as empresas. Contudo, esses tipos de cloud mostram que é importante para os próximos anos a utilização de forma orquestrada, com a capacidade de vincular as funcionalidades de cada tecnologia de maneira segura.

Até então, elas eram utilizadas separadas. Mas preencher a lacuna entre nesse uso independente é importante, uma vez que elas podem funcionar como uma otimização em grupo para funções dentro das empresas. Para isso é fundamental um gerenciamento especializado, que realize essa transformação para as empresas.

2- Automação com comportamentos corretivos pré-construídos

Outra tendência bastante interessante que a cloud computing apresenta para 2021 é da automação de corretivos pré-construídos. Como qualquer outra tecnologia, a nuvem pode passar por erros que podem prejudicar o seu funcionamento, mas para que isso não aconteça com frequência, busca-se criar manualmente requisitos de correção para depois ajeitá-las.

Visto quais são as falhas mais frequentes e as formas de como corrigi-las, é possível automatizar esse processo e usar essa função para sempre ajustar o erro que acontece. Isso vai reduzir a carga de trabalho de muitos funcionários e otimizar o funcionamento dessa ferramenta entre os usuários. 

3- Foco renovado na organização

A cloud computing ainda é adotada aos poucos dentro das empresas. Contudo, esse processo deve se acelerar para que todos realmente estejam adaptados às funcionalidades benéficas que ela oferece.

É preciso foco na renovação do armazenamento, no uso de dados em nuvem, entre outras funções que esse recurso dá ao empresário e colaborador. O ano de 2020 mostrou que a transformação digital é de suma importância para todos principalmente para evitar situações inoportunas, afirmando que a adoção da cloud computing é uma solução. 

4- Aumento do uso de contêineres

Os contêineres também são uma tendência bastante atrativa para o ano de 2021 junto a cloud computing. Por meio de grupos isolados, que ficam fora da máquina hospedeira, essa tecnologia não permite que outros usuários acessem o contêiner e tenham as informações armazenadas nele.

Com a computação em nuvem pode ocorrer também dessa forma: para entrar e acessar as informações que se encontram nos contêineres é necessário criar uma política de acesso e usar desse recurso para proteger os dados que ali dispostos e tornar essa tecnologia ainda mais segura.

5- Mais empresas adotarão a nuvem híbrida

Por último, uma tendência que já estava em crescimento, mas que ganhou ainda mais força dentro da cloud computing é a adoção da nuvem híbrida dentro das empresas. Essa tecnologia permite que os empresários coloquem informações mais importantes em uma nuvem privada, enquanto dados menos sensíveis ficam na nuvem pública.

Esse uso de multiclouds ajuda principalmente na reorganização interna de informações, visto que é realizado uma auditoria sobre quais dados são mais importantes e precisam de maior segurança em relação a outros, que não precisam de tanto investimento para assegurar o cuidado. 

 

Por fim, entendemos que a cloud computing é uma tendência no mercado há anos, mas que a transformação digital mudou o trajeto que ela estava fazendo e trouxe novas apostas para o ano de 2021.

Os empresários devem se atentar principalmente na adoção desse recurso dentro das empresas, visto que o seu uso aumenta cada vez mais e que a tecnologia tende a colocá-la no mercado de forma prioritária.

Por isso a MOVTI incentiva os seus clientes nesse processo de adoção da cloud computing oferecendo soluções bastante interessantes, como o Google Cloud Platform. Para saber mais, basta acessar o nosso site e conhecer sobre essa ferramenta!

Deixe um comentário